Casa Dietética

É impossível contar a história da Casa Dietética sem falar, e muito, em Edith Travi. Familiares, amigos e clientes são unânimes em afirmar que o sucesso do empreendimento é fruto do pioneirismo e da perseverança desta mulher.
Filha de pais alemães, Edith Travi nasceu na pitoresca Gramado, cidade cheia de encantos situada na Serra Gaúcha. Desde tenra idade, Edith sempre se interessou por temas relacionados à alimentação saudável. Não por acaso, pois seu pai, Maximiliano Hahn, embora economista, informava-se muito a respeito de nutrição. Foi a partir daí que surgiu a idéia de fazer iogurtes para vender.

Em 1956, quando a família iniciou neste ramo, Edith
precisou de muita coragem – e de uma “licença marital” - para trabalhar, pois acreditava no êxito que viria a conquistar investindo no bem maior do ser humano: a saúde. A aposta nos produtos naturais quando a industrialização dos alimentos estava no auge, foi a maior audácia de Edith e, também, sua maior vitória.

Naquela época, existia no mercado apenas o iogurte Deal (antiga Corlac), vendido em vidros como o leite. Para lançar seu produto, os Travi fizeram largas experiências, testando um fermento adquirido de parentes da Suíça e planejando uma estufa que conservasse o iogurte numa temperatura ideal, uma vez que ainda não existiam as iogurteiras. Até o vidro foi cuidadosamente planejado: trazido da Europa, contava – e ainda conta até hoje - com uma curva especial na borda, com a finalidade de tornar a consistência do produto mais firme.

Até então, o iogurte era servido apenas com açúcar, no sabor natural, mas os Travi introduziram as frutas aos pedaços e batidas, tornando-se pioneiros no Rio Grande do Sul e um dos primeiros em todo Brasil a lançar a novidade.

Por volta de 1960, inspirando-se principalmente na leitura de livros como "Pareça mais jovem, viva mais tempo" de Gayelord Hauser, "Só envelhece quem quer", de Caio Miranda, "Terapia de Waerland" e "Alimentação Waerland", ambos de Ebba Waerland, Edith teve a idéia, juntamente com seus pais, de criar, o que denominou de "Elixir da Longevidade".

Considerado o desjejum ideal, a maneira de preparo e a forma de utilização do Elixir da Longevidade foram sendo aprimoradas com o passar dos anos, sendo que, em meados de 1965, os Travi iniciaram, em definitivo, sua comercialização. A distribuição deste produto foi estendendo-se, gradativamente por todo Brasil, e atualmente, existem consumidores até no distante estado do Acre.

 

Saúde não é tudo. Mas sem saúde, tudo é nada.

A mensagem acima é a máxima de Edith Travi, vegetariana desde 1965. Com poucas rugas no rosto, a fundadora da Casa Dietética não revela sua idade, mas diz que apostou nesta iniciativa porque sempre acreditou que a alimentação natural e balanceada - complementada por exercícios físicos e bom humor - é a fórmula para a longevidade.

Professora por formação, Edith coleciona frases e mensagens sobre diversos temas, como saúde, vida, comportamento, entre outros. Fica o convite para que você dê um click nos tópicos abaixo, compartilhe os “achados” de Edith e reflita através de diversos pen

Desenvolvido por Selfcomp
Casa Dietética - Edith F. Travi & Filhos © 2017